quinta-feira , 19 julho 2018
Home / Cinema / Eu Só Posso Imaginar: Como uma história de vida dolorosa se tornou hit cristão

Eu Só Posso Imaginar: Como uma história de vida dolorosa se tornou hit cristão

Criada por Bart Millard, vocalista da banda norte-americana MercyMe, a música “Eu Só Posso Imaginar” é o single de maior sucesso do grupo. A canção, uma das músicas cristãs mais populares já gravadas nos EUA, inspirou o filme homônimo que será lançado pela Paris Filmes no próximo dia 31 de maio.

Apesar do enorme sucesso, a maioria dos ouvintes não conhece a história por trás dessas frases poderosas que representam superação e fé. Bart, líder da banda desde 1994, sofreu durante a infância com as brigas exaustivas dos pais, o que ocasionou no abandono da mãe, que o deixou sozinho com um pai abusivo.

Bart se voltou para as páginas mais dolorosas da sua vida para compor “Eu Só Posso Imaginar” quase 20 anos atrás. “É terapêutico conversar sobre isso. Quando falo sobre tudo que aconteceu são cinco minutos entre as músicas ou cantando uma.”, contou em uma entrevista. E sobre ver essa incrível história em um filme, Bart revela. “A primeira vez que vi, foi muito emocionante, pois eu não sabia o que esperar. Como você se prepara para isso?! O filme trouxe emoções que eu passei a maior parte da minha vida tentando enterrar.”, exclamou.

EU SÓ POSSO IMAGINAR

No cinema, o ator J. Michael Finley dá vida a Bart Millard. Já o pai será interpretado pelo renomado ator Dennis Quaid. A trama, dirigida pelos irmãos Jon e Andrew Erwin, vai relatar a conturbada relação de Bart com sua família e seu encontro com a fé por meio da música. Nesta missão, o artista reencontra o amor, e é surpreendido por ensinamentos de fé, que irão ajudá-lo a perdoar e transformar seu pai. “Eu me lembro de perguntar a Bart: ‘Qual é a experiência de ter escrito “Eu só posso imaginar” e por que as pessoas amam essa música?’ E ele disse: “É uma onda de esperança”. E eu acho que é isso que o filme oferece.” comentou Jon após a premiere do filme nos EUA, onde permaneceu forte por mais de um mês nos cinemas.

A história da canção surpreendeu alguns dos mais próximos de Bart Millard, inclusive a cantora Amy Grant, que inicialmente, seria a pessoa que ele queria que cantasse a música. “Eu tinha realmente gravado a música duas vezes. Mas eu estava em uma transição em minha própria vida. Além disso, ninguém canta essa música como Bart.” Interpretada no filme pela atriz Nicole DuPort, Amy Grant, uma das mais influentes cantoras cristãs no mundo, generosamente devolveu a música para Bart e ainda o convidou para cantar “Eu Só Posso Imaginar” em um de seus shows. Amy, que tem sido amiga de Bart até hoje, completa: “Tudo aconteceu do jeito que deveria ser.”.

Sinopse – Eu Só Posso Imaginar

A verdadeira e inspiradora história desconhecida por trás da renomada canção ‘I Can Only Imagine’, da banda de MercyMe, que oferece esperança para muitas pessoas em momentos desafiadores da vida. Supreendentemente, a canção foi escrita em poucos minutos pelo principal vocalista da banda MercyMe, Bart Millard. Mas, sua criação abrange toda uma vida.

Publicado por Ricardo Costa – Agente Gospel
Com Informações de Monique Jales – 360 WayUp

Check Also

Diante do Trono e Ana Paula Valadão - Eu Só Posso Imaginar - Trilha do Filme

Confira o videoclipe de “Eu Só Posso Imaginar” gravado pelo Diante do Trono

A espera acabou. Estreou no canal oficial do Diante do Trono no youtube o videoclipe …

Comentários no Facebook